Por: Evandro Lusvarghi

UM POUQUINHO DE MINHA HISTÓRIA AQUI NO TRIÂNGULO MINEIRO.

 

NO INICIO DA DÉCADA DE 1990 VIM PARA IBIÁ, ALTO PARANAÍBA MINEIRO, PARA PRODUZIR E COMERCIALIZAR BATATAS POR FALTA DE ESPAÇO NO SUL DE MINAS E ATRAÍDO PELAS TERRAS PLANAS, FÉRTEIS E COM ALTITUDE IDEAL PARA LAVOURAS. NO COMEÇO AQUI, ERA TUDO MUITO DIFÍCIL, POIS FALTAVA TUDO E TUDO ERA LONGE.

 

APÓS ANOS DE FOCO, FIZEMOS EU E MEU IRMÃO NEYZINHO, UMA CARREIRA IMPAR NA BATATICULTURA NACIONAL, DEIXANDO ESCRITA PARTE DE NOSSAS BIOGRAFIAS LOGRADAS DE MUITO TRABALHO, LUTAS, SUOR E ÊXITO NESTAS TERRAS DOS ARAXÁS DA CANASTRA.


NEY VEIO COM A FAMÍLIA EM 1995, JÁ EU, PREFERI DEIXAR REGINA E AS CRIANÇAS EM ANDRADAS, NO SUL MARAVILHA DE MINAS, ATÉ TERMINAREM O COLÉGIO. 


FIZ POR MAIS DE UMA DÉCADA, O PERCURSO SEMANALMENTE DE MAIS DE 1000 KM NOS FINS DE SEMANA INDO E VINDO DE ANDRADAS/IBIÁ.

 

- NO ANO DE 2000, JÁ REALIZADOS FINANCEIRAMENTE, OPTAMOS NA DIVERSIFICAÇÃO DE NOSSAS ATIVIDADES E EMPREENDIMENTOS E, FUNDAMOS A "INDUSTRIA SANTA CLARA LOUÇAS SANITÁRIAS" COM DINHEIRO GANHO NA AGRICULTURA E SEM DEVER NADA A NINGUÉM, ALÉM DE JÁ TERMOS ADQUIRIDO FAZENDAS, GADO E IMÓVEIS, SEM NUNCA TERMOS OBTIDO VANTAGENS OU FINANCIAMENTOS OU HERANÇA PARA TAIS FEITOS, COM HONESTIDADE, COM A CABEÇA ERGUIDA E DENTRO DOS PRECEITOS CRISTÃOS O QUE ME ORGULHO MUITO DISTO. FICAMOS POR DIVERSAS VEZES COM DIFICULDADES FINANCEIRAS, COM DINHEIRO CURTO, MAS NOSSA FÉ EM VENCER SEMPRE FOI MAIOR QUE O DESÂNIMO!
NÃO SEI MENSURAR NESTA VIDA A QUANTAS PESSOAS EMPREGUEI E QUANTOS 13º SALARIOS PAGUEI!
NEY E EU NUNCA PASSAMOS UMA ESCRITURA PARA NINGUÉM, SOMENTE ADQUIRIMOS, OU SEJA, NUNCA VENDEMOS. SE ASSIM FIZEMOS FOI POR MOTIVOS MAIORES E MELHORES.

 

- EM 2002, MINHA FILHA MAIS VELHA BÁRBARA TERMINAVA O COLÉGIO E IRIA PRESTAR VESTIBULAR EM 2003.
PARA NÃO DISPERSAR OS FILHOS, INDO CADA UM MORAR EM CIDADES DIFERENTES, REGINA E EU DECIDIMOS E OPTAMOS POR RESIDIR EM UBERABA, ONDE, REGINA PODERIA DAR SUPORTE NOS ESTUDOS DAS CRIANÇAS E NOS MANTERÍAMOS UNIDOS.
BÁRBARA COMEÇOU A CURSAR MEDICINA NA UNIVERSIDADE DE UBERABA - UNIUBE E, BIA E JOÃO GUILHERME TAMBÉM SEGUIREM NA MESMA ÁREA MÉDICA DE SAÚDE E NA MESMA UNIVERSIDADE SE TORNANDO MÉDICOS TAMBÉM.

 

-EM 2006, APÓS 25 ANOS DE BATATICULTOR, COMPRADOR E BENEFICIADOR DE BATATAS, "FAZENDO BODAS DE PRATA NO RAMO", TOMEI A DECISÃO POR ENCERRAR A CARREIRA.


HOJE ME DEDICO SOMENTE A INDUSTRIA.

 

- APÓS FORMARMOS OS 3 FILHOS MÉDICOS, GANHARMOS MAIS DOIS FILHOS, ALEXANDRE ESPOSO DE BÁRBARA E THIAGO ESPOSO DE BEATRIZ, ALÉM DO NETO LUCAS QUE É A ALEGRIA DE CASA. TUDO ISSO LEVO DE UBERABA PARA POÇOS DE CALDAS. ESTA É A MAIOR RIQUEZA E O MAIOR BEM ADQUIRIDO.

 

- DECIDIMOS VOLTAR PARA MAIS PERTO DE CASA, NO SUL MARAVILHA, COM A MISSÃO CUMPRIDA.


REGINA TEM A MÃE JÁ DE IDADE, EMBORA LÚCIDA E SAUDÁVEL MAS, O PAI DOENTINHO. JÁ EU TENHO MINHA MÃE ÉLIDE QUE QUERO FICAR MAIS PERTINHO DELA NESTA NOVA FASE DA VIDA.


- OPTAMOS POR MORAR EM POÇOS DE CALDAS PELO CLIMA, SEGURANÇA, QUALIDADE DE VIDA E PORQUE AS FILHAS E GENROS ESTÃO TRABALHANDO NESTA CIDADE. ESTÁ A 30 KM DE ANDRADAS.

 

- UBERABA FOI UM MARCO MUITO IMPORTANTE NAS NOSSAS VIDAS. FIZEMOS VÁRIOS INVESTIMENTOS NESSA CIDADE E INÚMEROS AMIGOS. TIVEMOS O MELHOR ACOLHIMENTO DO MUNDO NESSA CIDADE E POR 13 ANOS SÓ TEMOS AGRADECIMENTOS A FAZER.


DEIXO A CIDADE DE UBERABA COM MUITO PESAR E COM DOR NO CORAÇÃO, MAS SOMOS DA MANTIQUEIRA E MEU JAZIGO SERÁ NO CEMITÉRIO DA SAUDADE DE ANDRADAS, NO TÚMULO DE MEU BISAVÔ, MEU AVÔ, MEU PAI, NO QUAL TENHO UMA GAVETA FEITA POR MIM. QUE DEMORE MUITO PARA SER USADA, MAS QUE TENHO, TENHO!

 

- MANTEREMOS POR ENQUANTO NOSSA CASA MONTADA EM UBERABA E SEMPRE ESTAREMOS LÁ, POIS O VINCULO COM ESTE POVO UBERABENSE FOI E É MARCANTE!


A TODOS OS AMIGOS DE UBERABA NOSSO MUITO OBRIGADO, DEUS LHES PAGUE POR TUDO E MINHA CASA EM POÇOS DE CALDAS ESTARÁ SEMPRE COM AS PORTAS ABERTAS PARA RECEBÊ-LOS.

 

- A NOVA CIDADE E A NOVA CASA, ESPERO SER FELIZ COMO FUI AQUI NO TRIANGULO MINEIRO.


A TODOS UM SANTO NATAL, UM ANO NOVO DE SAÚDE E PROSPERIDADE !


PAZ E BEM A TODOS.

 

Evandro Lusvarghi